Reencontros emocionantes
A cadelinha, que andou de Cotia até Carapicuíba, ficou perdida por 5 dias
Por Fátima ChuEcco

Encontrar um cachorro perdido não é fácil. A maioria deles, quando escapa, dispara pelas ruas e pode caminhar muitos quilômetros por dia. O resultado é muito desespero e noites mal dormidas.

A protetora de animais Giovanna, que havia resgatado Dara há poucos dias e a estava acolhendo em sua casa em Cotia (SP), sabe bem o que é ter um cachorro perdido. Inclusive, ela resumiu sua saga ao procurar Dara em apenas duas palavras: busca insana.

Veja o vídeo de Giovanna contando a situação que viveu:

 

“Ela escapou por volta das 4 da tarde, mas só percebi quando cheguei em casa perto da meia-noite. Daí para frente foram madrugadas em claro procurando por ela, falando com todo mundo (acho que com umas 100 pessoas) e percorrendo ruas. Uma busca intensa, mas em vão porque nem sinal dela”.

Giovanna conta que, desde que resgatou Dara de um lugar onde sofria maus-tratos, a cadelinha ficou muito apegada a ela e sempre tentava segui-la por toda parte. No entanto, a protetora não se preocupava quando saía de casa porque os muros de seu quintal são altos.

Mas os animais são muitos espertos e Dara provou que estava mesmo disposta a “arquitetar” uma fuga:

“Imagino que ela percebeu uma falha num alambrado e conseguiu de alguma forma pular o muro. Creio que ela saiu logo atrás de mim para me procurar e acabou indo para Carapicuíba, exatamente na comunidade onde ela nasceu e a resgatei”.

Sozinha e desamparada, Dara passou por maus bocados:

“Ninguém se deu conta que era um cachorro perdido e começaram a dar chutes nela quando a viam fuçando e rasgando lixo em busca de comida. Quando a encontrei estava com as pernas inchadas de tanto levar chute”.

Felizmente, já no terceiro dia de buscas, Giovanna contratou a AlertPet e o reencontro foi possível porque uma moradora da comunidade de Carapicuíba, onde Dara estava circulando, viu o anúncio sobre a fuga da cadelinha:

“É uma empresa muito boa. Eles fazem mapeamento da região onde o cachorro se perdeu e jogam o anúncio no feed das pessoas. Conseguem abranger bastante gente por meio de suas plataformas. Foi assim que uma moradora reconheceu Dara e me ligou. Quando cheguei na comunidade ela estava sentada numa esquina como se nada tivesse acontecido”

E o reencontro foi muito emocionante. As duas se abraçaram e, segundo Giovanna, a Dara até chorou! Aliás, todo mundo chorou, até mesmo a moça que reconheceu a cadelinha perdida.

Agora Giovanna está mais atenta as peripécias de sua companheira canina que vive junto de outros cães resgatados. 

Fátima ChuEcco é jornalista especializada em animais domésticos. Atuou durante 11 anos na Anda – Agência de Notícias de Direitos Animais e foi colunista de diversos veículos escrevendo artigos sobre cães e gatos. É autora de vários livros sobre animais como o clássico “MI-AU Book – Um livro pet-solidário”.

Como ter sucesso na busca por cachorros perdidos

A AlertPet oferece pacotes de busca de diversos preços e abrangências para facilitar o acesso desse serviço a todos os tutores que vivem a aflição de estar com um cachorro perdido.  Os alertas podem cobrir desde um bairro até uma cidade inteira, o que vem a ser muito útil, já que, como dito acima, cães podem percorrer vários quilômetros por dia.

A empresa também fornece a arte de um cartaz interativo com o QR Code da página do pet na internet para que o tutor possa ser instantaneamente contatado. Esse serviço é acompanhado por um suporte telefônico com atendentes especialmente treinados para lidar com esse momento delicado que todo tutor enfrenta quando perde um bichinho. E o tutor ainda recebe um relatório das ações empreendidas na busca. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *